Jamie Oliver fala sobre comida e obesidade no TED 2010

Há alguns dias, começaram a ser publicados os vídeos da edição 2010 do TED, um dos eventos sobre inovações e ideias em tecnologia, entretenimento e design mais prestigiados do mundo. 
A primeira palestra, que foi aberta a todos os que não puderam assistir à conferência completa, foi a do famoso chef inglês Jamie Oliver, que está trabalhando há alguns anos para promover a inclusão da educação alimentar nas escolas. 

Os números, imagens e dados de sua apresentação são impactantes, mas como podemos aproveitá-los no dia a dia? Aqui vão algumas ideias.


Oliver indica que a obesidade e a má alimentação fazem com que as crianças tenham uma expectativa menor que a de seus pais, já que as doenças ligadas a estes fatores são a principal causa de morte nos Estados Unidos. A obesidade é também uma questão econômica: custa aos norte-americanos 10% de seus gastos com saúde.
 

O chef também comenta de um dos problemas alimentares mais graves é o hábito de consumir produtos prontos e embalados, em vez de alimentos preparados em casa. Além disso, as crianças comem mal na escola, ingerindo produtos de baixa qualidade, altamente processados e sem ingredientes frescos. 

Segundo Oliver, os rótulos dos produtos processados são enganosos, indicando que têm tem pouco teor de gordura sem mencionar que estão cheios de açúcar. Além disso, a indústria alimentícia introduziu gorduras e açúcares em produtos que naturalmente não os tinham apenas para acentuar o sabor. Como resultado, as crianças consomem enormes quantidades de açúcar por ano. 

O que fazer diante disso? Para começar, aí vão alguns conselhos:

 - Cozinhar mais, utilizando alimentos frescos e da estação. Criar uma cultura culinária em casa e ensinar as crianças a preparar os alimentos. – Ler atentamente os rótulos e consumir produtos com baixo teor de açúcar e gordura. – Prestar atenção ao que as crianças ingerem na escola, ensiná-las sobre os alimentos e a alimentação em sala de aula. -Consumir produtos naturais, sem aditivos nem conservantes. O leite deve ter sabor de leite, o suco de frutas, idem, e assim sucessivamente.  – Diminuir a quantidade de açúcar na dieta das crianças. 

Apesar de Oliver se referir especialmente a países como Estados Unidos e Inglaterra, onde estes problemas são realmente sérios, a questão da má alimentação é global e atinge também vários países da América Latina. 

É bom lembrar que além de serem mais saudáveis, os alimentos frescos, da estação e não processados são amigáveis ao meio ambiente. 

fonte: http://blogs.discoverybrasil.com/descubra-o-verde/2010/02/jamie-oliver-fala-sobre-comida-e-obesidade-no-ted-2010-.html

About these ads

Marcado:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.641 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: